Identidade Jovem

por Redação

Identidade Jovem beneficia 32 mil pessoas em Goiânia

Programara garante meia entrada em cinemas, teatros, shows, eventos esportivos, além da gratuidade em transporte coletivo interestadual

Durante solenidade que aconteceu na Câmara Municipal de Goiânia nesta sexta-feira, 05, a Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas (SMDHPA), deu início ao programa Identidade Jovem, que garante acesso a vagas gratuitas no transporte coletivo interestadual e meia-entrada em eventos artístico-culturais e esportivos. 

Com o ID Jovem, mais de 32 mil goianienses que se enquadrarem no critério do programa, que exige idade entre 15 a 29 anos e inscrição no CadÚnico, poderão solicitar o benefício. A solenidade aconteceu no auditório Carlos Eurico da Câmara Municipal de Goiânia. 

O secretário municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas, Filemon Pereira, explica a diferença do benefício para outros programas. 'O diferencial do ID Jovem é que, ao contrário da carteirinha de estudante, ele beneficia todos os jovens com renda familiar de até 2 salários mínimos, proporcionando a eles benefícios que antes eram apenas para uma parcela da sociedade', destaca Filemon. 

O ID Jovem é o documento de identificação virtual pessoal que possibilita o acesso a meia entrada em cinemas, teatros, shows, eventos esportivos, além de duas vagas gratuitas ou com desconto no transporte coletivo interestadual que depois de esgotadas as vagas gratuitas, as empresas de transporte deverão reservar mais duas vagas com desconto de 50% no valor das passagens. Outro benefício do programa. 

O superintendente municipal da Juventude Luan Alves, explica que o cadastramento para receber o benefício é feito de forma simples. 'O cadastro poderá ser feito nos CRAS ou CREAS, que são vinculados à Secretária de Assistência Social; no site da Caixa Econômica; no app ID jovem, que está disponível para androides e IOS; além da própria superintendência da Juventude. O documento será emitido gratuitamente e para ter direito ao benefício é preciso, além da idade mínima e máxima exigidas no programa, estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), administrado em Goiânia pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas).

Diego Reis, da Diretoria de Jornalismo - Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)

Fotos: Paulo José